Divulgar idéias próprias, combater o discurso invertido corrente, aprender a dividir, expor sentimentos,
trazer poesia ao dia-a-dia, eis a abrangente ação deste veículo de idéias. De tudo, um pouco - minha meta.
 

online


envie-me um



Links:

Imagens e Palavras
Sub Rosa v.2
Meg
Xico
Cora Ronai
Flavia
Divagando
Carminha
Subrosa
Claudio Rubio
Lou
Laurinha
Matusca
Suely
Claudia Letti
Aninha Pontes
Valter Ferraz
Telinha
Giniki
Teruska
Helo
Fal
Dudi
Fer
Lord Broken Pottery
Nelson da praia
Marco
Arquimimo
Angela Scott
Dauro
Bia Badaud
Angela do Mexico
Andre Machado
Aurea Gouvea
Ruth Mezeck
Ronize Aline
Ane Aguirre
Elis Monteiro
Cath
Wumanity
Telhado de Vidro
Beth
Milton Ribeiro
Stella
Veronica
Renata
Lucia
Thata
Zadig
Lamenha
annemsens
Cesar Miranda
Paulo Jose Miranda
Eiichi
Li Stoducto Stella Ramos Santos





Arquivos
Junho 2002
Julho 2002
Agosto 2002
Setembro 2002
Outubro 2002
Novembro 2002
Dezembro 2002
Janeiro 2003
Fevereiro 2003
Março 2003
Abril 2003
Maio 2003
Junho 2003
Julho 2003
Agosto 2003
Setembro 2003
Outubro 2003
Novembro 2003
Dezembro 2003
Janeiro 2004
Fevereiro 2004
Março 2004
Abril 2004
Maio 2004
Junho 2004
Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007




Design de
Rossana Fischer










4.7.02
 
Começo, hoje, transcrevendo um dos mais inspirados poemas de uma amiga minha - Toninha. Uma homenagem, um gesto de Amizade :

SOLIDÃO

Choro, sim, choro...
Estou vazia.
Do fundo do meu vácuo
Esta agonia.
Choro palavras
Choro letras e rimas.
Tento com elas
Liberar meus prantos
Desencantos
Meus cantos sufocados.
Choro como as brandas rosas
Já despidas
Choro pétalas de flores
Desprendidas
Que ao menor toque de mão
Caem copiosas...
Que mistérios de dor
Sofrem as rosas?
Têm elas também
Ânsias magoadas?
Têm também afirmações negadas,
Desejos e paixões
Amordaçadas?
Maria Antônia Bouzón Cruz de "Retalhos de Mim".


Agora, alguns comentários sobre o que vai rolando por aí.

Li, hoje, na coluna de Márcio Moreira Alves, de O Globo, uma afirmação de Roberto Gianotti da Fonseca, até bem pouco tempo secretário de Comércio Exterior, num seminário do Itaú Cultural / São Paulo : " O Brasil precisa aprender a exportar serviços.
Temos o melhor sistema de informatização bancária do mundo e um sistema de informatização das eleições que já despertou o interesse de 12 países e de duas instituições internacionais, a OEA e a ONU.
Procurado pelo repórter Moreira Alves para uma confirmação, o ministro Nelson Jobim, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, por sua vez, afirmou que o sistema brasileiro de eleições informatizadas tem, na verdade, despertado interesse no mundo inteiro, utilizando uma urna robusta e de baixo custo. Rústica, mas portando um sofisticado software, desenvolvido pela equipe de informática do TSE. E acrescenta que, apesar de sermos ao todo cerca de 115 milhões de eleitores, há um prognóstico de fornecimento do resultado das eleições para presidente em apenas 4 horas após o fechamento das seções eleitorais - um recorde mundial.
O ministro pretende fazer depois leasings do sistema .
"Será o Brasil ensinando o mundo a votar", diz com orgulho o nosso repórter .


Voltando ao futebol, sempre olhei com simpatia os campeonatos mundiais pela capacidade que têm de agregar diferentes nações, de ombrear diversas etnias. Agora, vejo na fala de J.Roberto Whitaker Penteado, em artigo de O Globo, de hoje, a ratificação de minhas lucubrações.
Acatando a opinião do filósofo italiano Toni Negri de que a Copa do Mundo é um movimento útil, o único evento que pode realmente ser considerado global, Whittaker encerra seu artigo, dizendo: "Não há poder econômico ou militar que consiga, em tão pouco tempo e com tal abrangência, atingir grau comparável de hegemonia global, entre mentes e corações. E sem mágoas ou ofensas, mas com emoção e divertimento. Como num conto de fadas."


E vou ficando por aqui. Amanhã , outra dose de prosa.

publicado por Magaly Magalhães às 1:06 AM
Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$> (0) comments
Postar um comentário