Divulgar idéias próprias, combater o discurso invertido corrente, aprender a dividir, expor sentimentos,
trazer poesia ao dia-a-dia, eis a abrangente ação deste veículo de idéias. De tudo, um pouco - minha meta.
 

online


envie-me um



Links:

Imagens e Palavras
Sub Rosa v.2
Meg
Xico
Cora Ronai
Flavia
Divagando
Carminha
Subrosa
Claudio Rubio
Lou
Laurinha
Matusca
Suely
Claudia Letti
Aninha Pontes
Valter Ferraz
Telinha
Giniki
Teruska
Helo
Fal
Dudi
Fer
Lord Broken Pottery
Nelson da praia
Marco
Arquimimo
Angela Scott
Dauro
Bia Badaud
Angela do Mexico
Andre Machado
Aurea Gouvea
Ruth Mezeck
Ronize Aline
Ane Aguirre
Elis Monteiro
Cath
Wumanity
Telhado de Vidro
Beth
Milton Ribeiro
Stella
Veronica
Renata
Lucia
Thata
Zadig
Lamenha
annemsens
Cesar Miranda
Paulo Jose Miranda
Eiichi
Li Stoducto Stella Ramos Santos





Arquivos
Junho 2002
Julho 2002
Agosto 2002
Setembro 2002
Outubro 2002
Novembro 2002
Dezembro 2002
Janeiro 2003
Fevereiro 2003
Março 2003
Abril 2003
Maio 2003
Junho 2003
Julho 2003
Agosto 2003
Setembro 2003
Outubro 2003
Novembro 2003
Dezembro 2003
Janeiro 2004
Fevereiro 2004
Março 2004
Abril 2004
Maio 2004
Junho 2004
Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007




Design de
Rossana Fischer










12.12.02
 
Que lindo e rico presente de Natal acabamos de receber! Nada mais, nada menos que o Portal Literal! Isto significa que, a partir de 10/12 p.p, "cinco escritores referenciais da literatura brasileira - Fernando Veríssimo, Zuenir Ventura, Ferreira Gullar, Rubens Fonseca e Lygia Fagundes Telles - estarão no Portal Literal (www.literal.com.br), homepage com a assinatura do grupo Conspiração. A página idealizada pela professora Heloísa Buarque de Hollanda e pelo jornalista Luiz Noronha é um projeto sem par no país, envolvendo os cinco escritores, suas histórias e obras dentro de uma revista virtual, a Idiossincrasia.
Cada um dos escolhidos por Heloísa (uma escolha arbitária, assume ela) ganhou um site específico que faz parte da revista, mas também tem vida própria. A publicação virtual surge, em paralelo, como um guia das novidades literárias, mostrando os lançamentos mais recentes do mercado nacional e antecipando textos em fase de conclusão." (do texto de Adriana Pavlova - Segundo Caderno de O Globo, 10/12/02)
É assim que vamos conhecer mais intimamente cada um desses escritores, descobrindo as facetas menos divulgadas da personalidade de cada um, segundo o propósito da professora Heloísa. E será delicioso ver na tela curiosidades como uma animação de As Cobras, de Veríssimo; ou roteiros de cinema do cinéfilo Rubens Fonseca; ou reportagens históricas do começo da carreira de Zuenir; ou traduções de poemas de Rimbaud e Baudelaire por Gullar; ou ainda, correspondência inédita de Lygia com amigos do quilate de Carlos Drummond de Andrade e Érico Veríssimo.
Não é maravilhoso?

E, por falar em Ferreira Gullar, vocês conhecem aquele sensacional poema dele sobre a cor azul? Nele, há, se não me engano, uma genial interpretação do amor, como se este fosse algo
"feito um lampejo que surgiu no mundo
essa cor
essa mancha
que a mim chegou
de detrás de dezenas de milhares de manhãs
e noites estreladas
como um puído aceno humano
mancha azul que carrego comigo
como carrego meus cabelos
ou uma lesão oculta onde ninguém sabe"
Nem este pedaço eu sabia totalmente de cor. Li-o numa crônica de Arnaldo Jabor e gostei de recordá-lo. (Se algum de meus leitores tiver em mãos o poema inteiro, eu poderia esperar uma cópia dele? Antecipadamente, agradeço).

E, assim, chega ao fim nosso encontro de hoje. Temos menos de duas semanas até o Natal. Vamos preparar nossos espíritos para viver a paz que envolveu o mundo na noite de 24 para 25 há 2.000 anos, paz que nunca se estabeleceu total e definitivamente na Terra, apesar do magnífico exemplo dado por Jesus, pela falta de observância dos princípios por ele pregados.

Paz na Terra aos homens de boa vontade!
Até o próximo post.


publicado por Magaly Magalhães às 5:43 PM
Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$> (0) comments
Postar um comentário