Divulgar idéias próprias, combater o discurso invertido corrente, aprender a dividir, expor sentimentos,
trazer poesia ao dia-a-dia, eis a abrangente ação deste veículo de idéias. De tudo, um pouco - minha meta.
 

online


envie-me um



Links:

Imagens e Palavras
Sub Rosa v.2
Meg
Xico
Cora Ronai
Flavia
Divagando
Carminha
Subrosa
Claudio Rubio
Lou
Laurinha
Matusca
Suely
Claudia Letti
Aninha Pontes
Valter Ferraz
Telinha
Giniki
Teruska
Helo
Fal
Dudi
Fer
Lord Broken Pottery
Nelson da praia
Marco
Arquimimo
Angela Scott
Dauro
Bia Badaud
Angela do Mexico
Andre Machado
Aurea Gouvea
Ruth Mezeck
Ronize Aline
Ane Aguirre
Elis Monteiro
Cath
Wumanity
Telhado de Vidro
Beth
Milton Ribeiro
Stella
Veronica
Renata
Lucia
Thata
Zadig
Lamenha
annemsens
Cesar Miranda
Paulo Jose Miranda
Eiichi
Li Stoducto Stella Ramos Santos





Arquivos
Junho 2002
Julho 2002
Agosto 2002
Setembro 2002
Outubro 2002
Novembro 2002
Dezembro 2002
Janeiro 2003
Fevereiro 2003
Março 2003
Abril 2003
Maio 2003
Junho 2003
Julho 2003
Agosto 2003
Setembro 2003
Outubro 2003
Novembro 2003
Dezembro 2003
Janeiro 2004
Fevereiro 2004
Março 2004
Abril 2004
Maio 2004
Junho 2004
Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007




Design de
Rossana Fischer










17.6.04
 


Foto do Maracanã

DO DIA-A-DIA

E...Viva o Povo Brasileiro (parafraseando João Ubaldo Ribeiro), que, com sua natural inclinação a reverter a sisudez das regras instituídas passa por cima das convenções e dá o seu toque de descontração em qualquer situação que se apresente.
O secretário da ONU leva consigo em sua viagem de volta a Nova York nada mais que uma bandeira que ostenta de um lado o brasão da Estação Primeira da Mangueira e do outro o símbolo da Organização das Nações Unidas.


E a passagem da tocha olímpica pelos bairros do Rio?
Presentes, ídolos do esporte como Ronaldo, Pelé, Daiane, Guga, Zico, Popó, Oscar, Bob Burnquist, cada um cumprindo galhardamente seu trecho no desfile, cujo acento bem brasileiro ocorre no momento em que Zico alimenta a tocha conduzida nada mais, nada menos pelo conhecido e festejado gari da Comlurb Renato Lourenço, o Renato Sorriso.

Faz parte, é da alma brasileira!



E,como estou hoje mais para relaxar das tensões da vida comum, que tal uma piadinha para desfazer as teias que a gente vai juntando no peito pelo caminho afora?


Os Irresponsáveis

Um casal tinha dois filhos, um de 8 e outro de 10 anos, que eram uns verdadeiros capetas.
Os pais sabiam que, se houvesse alguma travessura nas imediações, com certeza, eles estariam metidos.
Certo dia, a mãe dos garotos ficou sabendo que o novo padre da cidade tinha tido bastante sucesso em disciplinar crianças.
Então, ela pediu-lhe que falasse com os meninos. O padre concordou, mas optou por vê-los separadamente. A mãe mandou primeiro o filho mais novo.
O padre tinha uma estatura bem avantajada, um homem alto e forte, com uma voz que mais parecia um trovão.
Assim que o filho mais novo chegou, o padre colocou-o sentado na sua própria cadeira, no meio do altar da igreja e perguntou-lhe de forma bem austera e incisiva:

- Meu filho, ONDE ESTÁ DEUS?
O garoto arregalou os olhos e ficou de boca aberta, mudo, sem emitir nenhum som.

Então, o padre repetiu a pergunta num tom ainda mais severo e alto:

- ONDE ESTÁ DEUS?
Mais uma vez, o garoto permaneceu de boca aberta, sem conseguir emitir nenhuma resposta.

A esta altura o padre levantou ainda mais a voz e, com o dedo em riste na direção do garoto, quase gritou:

- ONDE ESTÁ DEUS? RESPONDA!
O garoto saiu correndo da igreja diretamente para casa e trancou-se no quarto.
O irmão mais velho foi ao seu encontro e perguntou-lhe:
- O que aconteceu?
O irmão mais novo, ainda tentando recuperar o fôlego, respondeu:

- Cara, desta vez estamos ferrados. Deus sumiu e acham que foi a gente!


OBS: Se estou cometendo um repeteco, perdoem-me. Meu baú de piadas não é necessariamente abastecido. Recebi essa aí por e-mail de uma garota, minha amiguinha, que insiste em achar que o tempo não passou pra mim.

E... desculpem a conversa fiada...

publicado por Magaly Magalhães às 12:51 AM
Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$> (0) comments
Postar um comentário