Divulgar idéias próprias, combater o discurso invertido corrente, aprender a dividir, expor sentimentos,
trazer poesia ao dia-a-dia, eis a abrangente ação deste veículo de idéias. De tudo, um pouco - minha meta.
 

online


envie-me um



Links:

Imagens e Palavras
Sub Rosa v.2
Meg
Xico
Cora Ronai
Flavia
Divagando
Carminha
Subrosa
Claudio Rubio
Lou
Laurinha
Matusca
Suely
Claudia Letti
Aninha Pontes
Valter Ferraz
Telinha
Giniki
Teruska
Helo
Fal
Dudi
Fer
Lord Broken Pottery
Nelson da praia
Marco
Arquimimo
Angela Scott
Dauro
Bia Badaud
Angela do Mexico
Andre Machado
Aurea Gouvea
Ruth Mezeck
Ronize Aline
Ane Aguirre
Elis Monteiro
Cath
Wumanity
Telhado de Vidro
Beth
Milton Ribeiro
Stella
Veronica
Renata
Lucia
Thata
Zadig
Lamenha
annemsens
Cesar Miranda
Paulo Jose Miranda
Eiichi
Li Stoducto Stella Ramos Santos





Arquivos
Junho 2002
Julho 2002
Agosto 2002
Setembro 2002
Outubro 2002
Novembro 2002
Dezembro 2002
Janeiro 2003
Fevereiro 2003
Março 2003
Abril 2003
Maio 2003
Junho 2003
Julho 2003
Agosto 2003
Setembro 2003
Outubro 2003
Novembro 2003
Dezembro 2003
Janeiro 2004
Fevereiro 2004
Março 2004
Abril 2004
Maio 2004
Junho 2004
Julho 2004
Agosto 2004
Setembro 2004
Outubro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007




Design de
Rossana Fischer










1.8.04
 
DUDI MAIA ROSA

Dudi/Exposição

Dudi está expondo em São Paulo. Pena que não posso deslocar-me para lá agora. Tão perto São Paulo do Rio, mas não dá. Gostaria de homenageá-lo no local da exposição. Mesmo de longe, vai meu desejo de que tudo saia perfeito, como já tem ocorrido tantas vezes.
Nas obras de Dudi, o ponto de máxima atração para a minha sensibilidade é a cor. Ele consegue matizes insuspeitados que são um presente para os olhos. Suas aquarelas exibem esses tons singulares que as tornam, além de atraentes, encantatórias.
Boa sorte, Dudi!

* * *

César, posso apanhar seus haicais para o meu post, pois não? São tão inspirados!

HAICAI SIAMÊS

O que se pode fazer
Se eles são siameses
O amar e o sofrer?


HAICAI DE QUEM AMO

Eu sei que amo você
Porque sei o quanto dói
Em mim esse seu sofrer


E os versos limpos, César? Deixe-me abusar de sua generosidade. São uma graça!

VERSO LIMPO 1

Você diz
O que eu penso
Eu dispenso
O que você diz
Quem mandou
Fazer assim
Falar o que penso
Antes de mim?


VERSO LIMPO 9

Um sim
Tão vão
Assim
É não

Encontrados no livro Wunderblog.com / Editora Barracuda/ São Paulo e constantes do espaço PRO TENSÃO /César Miranda


* * *

Não posso calar:
A dor que tomou conta de toda a gente com a notícia da morte do jovem e competente jornalista Fernando Villela, o Fervil, num assalto de rua, já tão comum, mas sempre inaceitável, cruel, desumano
À família Villela, nossas condolências, os sentimentos do mundo blogueiro.

publicado por Magaly Magalhães às 11:05 AM
Comments:
<$BlogCommentBody$>
<$BlogCommentDeleteIcon$> (0) comments
Postar um comentário